Frente Parlamentar da Química realiza debate sobre gás natural em Brasília


O tema “O Novo Mercado de Gás Natural: uma ferramenta para retomada da indústria” reuniu mais de 80 pessoas na última quarta-feira, no Congresso Nacional .

A Frente Parlamentar da Química (FPQuímica) realizou na última quarta-feira, 8 de maio, um café da manhã, no Congresso Nacional, em Brasília. Com o tema “O Novo Mercado de Gás Natural: uma ferramenta para retomada da indústria”, a FPQuímica levou ao debate os desafios e oportunidades do gás natural no Brasil.

 

Frente-Parlamentar-da-Química-realiza debate-sobre-gas-natural-em-Brasília

 

O presidente da FPQuímica, deputado Alex Manente (Cidadania/SP), ressaltou durante a abertura a importância da unificação de pensamento sobre o mercado do gás natural. “Se não tivermos gás efetivamente chegando as nossas indústrias, não seremos competitivos e capazes de atrairmos investimentos, que é o que o Brasil precisa no momento”, afirmou.

 

Na sequência, o deputado Lucas Redecker (PSDB/RS), coordenador de gás da FPQuímica, destacou que hoje o fornecimento de gás no Brasil é um desafio. “Recebemos o gás da Bolívia. Precisamos achar uma alternativa para expandir nosso mercado e competitividade para que o produto tenha um preço justo e de qualidade”, salientou. O deputado ainda explicou que hoje muitas regiões do Brasil não têm acesso ao gás e que é preciso expandir para todo o País. “Precisamos de uma abertura de mercado. Gás chegando a todos os cantos do País com qualidade e competitividade”.

 

 

 

Veja mais em Abiquim:

https://www.abiquim.org.br/comunicacao/noticia/8135