Déficit em produtos químicos deverá ser de US$ 29,3 bilhões

O Ano de 2020, terá com recorde de mais de 50 milhões de toneladas importadas.

No acumulado do ano, até outubro, as importações de produtos químicos somaram US$ 33,8 bilhões e as exportações chegaram a US$ 9,1 bilhões, reduções de respectivamente 10% e de 15,9% na comparação com igual período de 2019. Como resultado, o déficit na balança comercial de produtos químicos, entre janeiro e outubro, somou US$ 24,7 bilhões, o que representa uma redução de 7,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os fertilizantes e seus intermediários permaneceram, entre janeiro e outubro, como o principal item da pauta de importações químicas, respondendo por 19,7% do total das importações em valor (US$ 6,6 bilhões) e por 68,6% das quantidades importadas (28,6 milhões de toneladas). Por sua vez, as resinas termoplásticas, apesar de permaneceram como principais produtos químicos exportados pelo País, US$ 1,2 bilhão no acumulado do ano, tiveram uma forte queda de 26,8% nas vendas ao exterior, em comparação com 2019, resultado do firme comprometimento da indústria nacional em manter o mercado doméstico atendido…

Fonte: Site da Abiquim
Leia mais em: https://abiquim.org.br/comunicacao/noticia/9254 



Deixe uma resposta