Reciclagem química e ODSs foram destaques no terceiro dia do Seminário Abiquim de Tecnologia e Inovação 2021

Com a participação virtual de mais de 330 pessoas, o 6º Seminário Abiquim de Tecnologia e Inovação teve sua terceira sessão realizada no dia 21 de outubro. Os painéis trataram das iniciativas da indústria química na direção à economia circular e das contribuições do setor aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, estabelecidos pela ONU.

Para Christoph Gahn, vice-presidente de Circularidade e Sustentabilidade de matérias-primas petroquímicas da Basf, a reciclagem química, chave para a economia circular, tem desafios no campo da regulação e da tecnologia.

Ele citou a pirólise para a reciclagem química como uma das tecnologias já produzindo resultados na Europa. “A pirólise está funcionando bem para embalagens. Temos desafios quanto ao grau de pureza. As características regionais do que hoje chamamos resíduos indicam que veremos muitos projetos regionais de reciclagem química, com tecnologias diferentes”, declarou.

O painel sobre ODSs teve uma apresentação de Ulisses Sabará, presidente da Química Sabará, em que ele falou sobretudo da importância do comprometimento dos acionistas com a busca pelas melhores práticas sócio-ambientais. “Eu fiquei fascinado pelo tema das mudanças climáticas em uma conferência que pude assistir em Genebra. A partir dali, trouxe essa cultura para a empresa e começamos a trabalhar focados nas oportunidades ligadas ao desenvolvimento sustentável”, contou. “Nossa criatividade faz com que encontremos bons negócios ligados aos ODSs e nossos colaboradores têm prazer em trabalhar em uma empresa na qual percebem tão claramente esse propósito.”

 

Fonte: Site da ABIQUIM

Leia na integra em https://abiquim.org.br/comunicacao/noticia/9846



Deixe uma resposta